Noticia: Jenna Louise Driscoll explicou no Tribunal por que teve sexo com o cão

Polícia encontrou vídeos da mulher, de 27 anos, mantendo relações sexuais com o cão.

 Ficou em prisão preventiva a mulher que foi filmada mantendo relações sexuais com o cão. Jenna Louise Driscoll esteve no Tribunal de Brisbane, na Austrália, e vai aguardar, atrás das grades, pelo julgamento que deverá sair na próxima segunda-feira, mas poderá mesmo ser condenada. O animal seria um pitbull terrier e a polícia teria conseguido encontrar três vídeos, onde a mulher aparece em comportamentos impróprios e de conteúdo sexual com o cão. Alegadamente, a mulher teria se filmado com o cão para "satisfazer o seu namorado".

A mulher de 27 anos está ainda respondendo pelos crimes de tráfico de drogas e assumiu ainda, durante esse julgamento, ter agredido alguém com um garfo, e ainda mordido uma criança. Para o juiz, o que ela fez com esse cão é "inapropriado" e falou mesmo em "bestialidade" e "crueldade" sobre o animal, em um "comportamento repulsivo que vai contra a ordem natural".

A mulher foi flagrada em outubro de 2014 mas só agora a sentença vai ser conhecida, sendo bem provável que ela fique na cadeia por esses crimes, especialmente pelo de estupro contra o animal.
Seria esperado que o julgamento terminasse nesta sexta-feira, 18, com a sentença ficando já sendo conhecida. No entanto, o juiz alegou precisar de tempo, para julgar esse caso tão "invulgar".

Nesta sexta-feira, a ré teria se desmanchado em lágrimas, quando assumiu todos esses crimes. Jenna estaria arrasada, quando ficou descrito que ela tinha gravado esses vídeos para "agradar" o seu namorado. Para já, não existe qualquer referência para o namorado de essa mulher, que não esteve ainda envolvido durante esse julgamento.

Os vídeos seriam prova suficiente para esse crime de abuso e maus tratos animais, e a mulher já se encontra detida, onde está aguardando pelo final de esse processo estranho. O advogado de defesa está pedindo pena suspensa, defendendo a ré pelo uso de drogas. Galbot falou que o tráfico de drogas nesse caso não é o mais importante e apenas justifica o consumo de drogas, que poderia ter levado Jenna a cometer esses atos com o animal. O juiz pediu mais tempo para julgar esse caso, mas não escondeu sua repulsa com esse caso cruel de abuso animal. #sexo #cao #Animais

 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.