Noticia: Barack Obama, Em seu último discurso como presidente dos EUA, Obama emociona americanos e deixa legado.


Em seu último discurso na ONU como presidente dos EUA, Obama defende o papel da democracia para a humanidade
Líder afirmou que as nações precisam fazer mais para diminuir as diferenças entre ricos e pobres.

O presidente norte-americano, Barack Obama, participou nesta terça-feira (20) da sua última Assembleia-Geral da ONU, antes de deixar o cargo mais poderoso do mundo. Em seu discurso, o líder destacou o papel da democracia como a melhor forma de governança para o desenvolvimento da economia e da liberdade.
— Nós trabalhamos juntos para evitar mais uma catástrofe e retormar o crescimento da economia global.

Obama ressaltou que a globalização deve ser estimulada, pois diminui as desigualdades, facilita o acesso à tecnologia e aproxima os povos. Para ele, a integração por meio da democracia é uma arma contra o populismo, radicalismo e fundamentalismo.
 
— Ao longo dos últimos 25 anos, o número de pessoas vivendo em extrema pobreza foi reduzido de cerca de 40% da humanidade para menos de 10%. (…) Devemos trabalhar juntos para garantir que os benefícios dessa integração sejam amplamente compartilhados. (…) Um mundo em que 1% da humanidade controla tanta riqueza quanto os outros 99% nunca será estável.

O líder americano destacou ainda o enorme avança dos governos democráticos em todo o mundo, “democracias quase dobraram nos últimos 25 anos”.

Obama afirmou que aparentemente há um conflito entre modelos liberais e autoritários no mundo, e disse ainda que os direitos humanos estão sendo ameaçados, completando que ele não esconde de que lado está nesta disputa.

— Não significa que as democracias não falham, mas que a solução está no maior engajamento das pessoas.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.